Vida Simples

Terça, 07 Janeiro 2014 |

"No princípio, Deus criou o céu e a Terra, .... e viu que tudo era Bom." (Gn 1,1)

"A terra nos dá o seu fruto, e Deus, nosso Deus nos abençoa", diz o salmista. E nós? Como retribuímos a generosidade da Mãe Terra - Gaia - nosso berço e nutriz?

Como conciliar desenvolvimento, aproveitamento dos recursos naturais sem tanta depredação, sem tanta destruição? Por que a ganância humana, o desprezo pelo nosso meio-ambiente, a ignorância que incendeia nossas matas e polui nossas nascentes, parece crescer num passo infinitamente maior do que a conscientização de nossa população com referência à nossa própria sobrevivência aqui?

Se não aprendermos rápido, em breve será tarde demais. É preciso que aprendamos a viver em paz e harmonia com nossa Terra, o Planeta Azul, que "brilha como uma jóia no firmamento".

Tentemos simplificar nossa vida, resistamos ao desejo de acumular, paremos de produzir tanto lixo, voltemos para o nosso Centro e despertemos de nosso sono. Nosso valor não está no "ter", mas no "SER". Ser mais humanos, mais solidários, mais irmãos. Seres pacificados, primeiro conosco mesmos, depois com nossos vizinhos, irmãos, com toda a terra, com o universo.

Aprendamos com o livro dos Atos dos Apóstolos: "os cristãos tinham tudo em comum... e não havia necessitados entre eles". Aquilo que acumulo, que amontoo, que já não encontro mais lugar em minha casa para guardar, faz falta a outro que muitas vezes não tem com que sobreviver, com que se proteger do frio, com que saciar sua fome...

Não teremos que contratar seguranças, que colocar nossas jóias em cofres seguros, seremos mais livres para apreciar a beleza de um pôr-do-sol, para ouvirmos o canto dos pássaros.

Não precisamos nos matar de para acumular bens que jamais levaremos conosco para nossa morada derradeira: " Não ajuntem riquezas aqui na terra, onde a traça e a ferrugem corroem, e os ladrões assaltam e roubam. Ajuntem riquezas no céu, onde nem a traça nem a ferrugem corroem, e onde os ladrões não assaltam nem roubam." (Mt 6, 19-20). Então, teremos mais tempo livre para nos dedicarmos a partilhar nosso ser com outros necessitados. Podemos ensinar o que sabemos, há tantas pessoas desejosas de aprender o que você sabe e não podem pagar por isso... podemos, quem sabe, visitar os órfãos, os velhos abandonados nos asilos, ouvir-lhes as histórias e darmos a risada que perdemos na busca do dinheiro, da fama, do sucesso. E nosso coração se encherá de ALEGRIA, por que fomos feitos para a comunhão = comum união. A tristeza, a depressão se afastarão de você. A falta de sentido em sua vida desaparecerá. Você não precisará se preocupar mais com a estética de seu corpo, com as roupas que "precisa" comprar para ficar mais bonito (a), não precisará ser escravo (a) da aprovação dos outros para ser feliz. Você será feliz, porque SERÁ MAIS. SERÁ ALGUÉM QUE SABE AMAR, RESPEITAR, VALORIZAR O OUTRO. E descobrirá que poderá viver e ser feliz com menos. Diz a matemática que aprendems na escola "menos com menos, dá mais". Então, você será MAIS, pois o seu valor não está nas coisas que possui, nas habilidades e talentos que você tem e desenvolve apenas com o fim do retorno financeiro, com o brilho pessoal que isso pode te trazer. Pois os "dons e talentos que recebemos, não foram para nós, mas para o bem-comum, para a comunidade". Tudo recebemos de Deus e a Ele devolvemos, quando partilhamos com nossos irmãos.

Sejamos solidários! Sejamos criativos. Podemos reaproveitar, reciclar muito mais do que imaginamos. Ao ir fazer suas compras, pergunte-se: "estou MESMO precisando disso, meu filho, minha filha, está MESMO precisando disso?" Sugiro até que se resolva em casa, com a família, pai, mãe, filhos, o que comprar.
Compremos conscientemente. Sejamos esclarecidos. Compremos daquelas empresas comprometidas com o meio-ambiente e não as vilãs de nossa Mãe Natureza, não as que destroem tudo o que está a seu redor, visando exclusivamente o lucro.

Não tenhamos medo de elevar a nossa voz, de escrever a um jornal, de ligar para a polícia, bombeiros, etc para prevenir um incêndio, um uso abusivo de algum recurso precioso, como desperdício de água, poluição de riachos, lagos, rios.... A Terra está gritando, pedindo socorro. Sem nossas árvores, sem água, não haverá vida na terra. Pense em seus filhos, pense nos seus pais, irmãos, pense nos sem vez e sem voz, aqueles que estão alienados e ainda não descobriram que fazemos parte de um TODO, que nos sustém e que tentamos ignorar. Saiamos de nosso sono e acordemos para os verdadeiros valores da vida: a simplicidade, a liberdade, o lúdico, a amizade, o amor, a solidariedade. Somos irmãos e irmãs, filhos e filhas de uma mesma Mãe: Planeta Terra. Cuidemos dela, como ela sempre cuidou de nós. Ela está machucada, suja, maltratada, mas ainda há como recuperá-la. Retorne à sua simplicidade original.

Mas, principalmente, RETORNE AO SEU CENTRO, onde você encontrará ALGUÉM que te ama, que te espera, que te guiará nesse novo caminho. Mesmo se você não acreditar nEle, busque uma maneira de ter esse contato profundo com o seu interior. Se não for cristão, pratique uma Meditação, Budista, Tibetana, a que mais lhe agradar, pois nesse contato profundo com seu eu interior, você irá descobrir o seu valor como PESSOA. Não como objeto. Descobrirá que não deverá usar as pessoas como objeto, nem deverá ser objeto de ninguém. Somos seres que caminhamos juntos, unidos, apoiando-nos e amando-nos mutuamente, porém sem nos escravizarmos nem sermos escravos de ninguém.

"Não vos deixeis levar pelo gosto de grandeza, mas acomodai-vos às coisas humildes." (Rm 12,16)

http://www.simplicidadevoluntaria.com

Visto 2823 vezes

Mantras

Agenda

LOGO GS TRANSPARENTE

Atendimento:
Aracaju: 2a, 8h as 12h.
Balsa: Domingo, 7h30 as 13h.

Tai Chi: 2a  3a e 4a, 5h30.

Cura Prânica: 3a e 4a, 19h.

Cura Crianças: 2a, 18h.

Distribuição:

- Arroz: 2a , 19h

- Sopa.: 4a, 19h

Pintura Artística: 3a, 14h-17h.

Reuniões:
Pública: 2a, 19h30.

Prática da Saúde: 3a, 17h30.

Estudo: 5a, 18h00.


Núcleo Aracaju:
Edifício Milagres e
Reciclaria Novo de Novo
Rua Lagarto, 58 - Aracaju/SE.
CEP: 49010-390
Fone: (79) 3021 4015

 

Vídeos