Ecos do Śuddha Dharma

Ecos do Śuddha Dharma

Coletânea de artigos que trazem a lúmen o significado profundo do Suddha Dharma.

(Este texto é a tradução do discurso lido, em 22 de julho de 1917, na Federação Teosófica dos Distritos Tamil, em Chingleput, Índia. Ele foi zelosamente transcrito e publicado por Sir Subrahmanya Iyer, em setembro do mesmo ano).

Afirmar que a Teosofia é Brahma Vidya1, e que é a única fonte de todos os grandes sistemas de filosofia e religião no mundo são afirmações falsas para os membros da Sociedade Teosófica que se esforçaram em estudar seus ensinamentos, comparando-os às doutrinas fundamentais de outros sistemas filosóficos.

A Suddha Dharma Mandalam é diferente de outras escolas cuja Filosofia Espiritual tenha sido originada na Índia e outros países. Ela é exclusivamente esotérica e seu único propósito é espiritualizar nossa vida, mediante o contato progressivo com a Divindade1 conseguido com a prática da Yoga2.

Um correspondente erudito questionou a identificação que fizemos de Narayana, o Adhistata do Suddha Dharma Mandalam, como Aquele de quem se fala na literatura teosófica como o Iniciador Único. Também chamamos atenção ao fato de que, na mesma literatura, faz-se referência a esse Iniciador Único como o Sanatkumara. Além disso, o correspondente desejava que a declaração de que Narayana era o Único Iniciador fosse conciliada, se possível, com o texto Suta Sanhita, onde é afirmado que o Iniciador é também Dakshinamurti.

Neste capítulo daremos uma breve descrição da direção geral das disciplinas que deverão seguir aqueles que se incorporarem à Organização, particularmente no período correspondente às primeiras etapas. O primeiro passo que o candidato deve dar é fazer as promessas1 e comprometer-se em cumpri-las. Ao fazer isso, o instrutor que procede à Iniciação do candidato pode, ou não, dispensar a tomada da mão (Mudra, descrito nas promessas), e invariavelmente o fará, quando o candidato for do sexo feminino. No caso de não haver a tomada de mão, o candidato (a), será tocado no alto da cabeça, com uma Yogadanda, durante a cerimônia.

Afirmamos em nosso último artigo que é vontade dos dirigentes da Organização, que sua existência seja amplamente conhecida. Uma das razões para isso é a seguinte: sabedores que, ao findar o ano Nala, ou seja, daqui a vinte um meses,1 um pequeno ciclo chega ao término, e que o próximo durará vinte e quatro anos, há grande probabilidade de que durante esse período aumente o número de pessoas que buscarão orientação para evolução espiritual, tal como a que é oferecida pelos Instrutores aos membros da Organização. Considerando isso, é dever daqueles que integram esta Organização dar conhecimento público às verdades que devem estar accessíveis para pessoas que almejam tornarem-se membros da mesma. Podemos acrescentar que, atualmente, não há expectativa de que, aqueles totalmente ortodoxos em sua maneira de pensar e de viver na sociedade hindu, busquem admissão e treinamento como membros da Organização.

«IniciarAnt123PróxFim»
Pagina 2 de 3

Mantras

Agenda

LOGO GS TRANSPARENTE

Atendimento:
Aracaju: 2a, 8h as 12h.
Balsa: Domingo, 7h30 as 13h.

Tai Chi: 2a  3a e 4a, 5h30.

Cura Prânica: 3a e 4a, 19h.

Cura Crianças: 2a, 18h.

Distribuição:

- Arroz: 2a , 19h

- Sopa.: 4a, 19h

Pintura Artística: 3a, 14h-17h.

Reuniões:
Pública: 2a, 19h30.

Prática da Saúde: 3a, 17h30.

Estudo: 5a, 18h00.


Núcleo Aracaju:
Edifício Milagres e
Reciclaria Novo de Novo
Rua Lagarto, 58 - Aracaju/SE.
CEP: 49010-390
Fone: (79) 3021 4015

 

Vídeos