Do Mestre ao Discípulo - Testamento de Cristo

Segunda, 09 Setembro 2013 12:54 | Escrito por 

1.Eu, Jesus de Nazaré, vendo próxima a minha hora e estando na posse das minhas plenas faculdades, para assinar este documento, desejo repartir os meus bens entre as pessoas que ME são mais próximas.

2.Mais, sendo entregue como cordeiro, para a salvação da humanidade, creio conveniente repartir entre todos. E assim deixo-lhes: Todas as minhas coisas que, desde o meu nascimento, estiveram presentes na minha vida e a marcaram de um modo significativo:

A estrela aos que estão desorientados e necessitam ver claro para continuar em frente, e a todo aquele que desejar ser guiado e/ou servir de guia.

O lugar da manjedoura aos que não têm nada, nem sequer um sítio para se albergar ou um fogo onde acalentar-se e poder falar com um amigo.

Minhas sandálias São suas as sandálias, daqueles que desejarem empreender um caminho; dos que estiverem sempre dispostos a estar sempre em caminho.

A bacia onde lhes lavei os pés, para quem quiser servir, para quem desejar ser pequeno diante dos homens, pois será grande aos olhos de meu Pai.O prato onde vou partir o pão, é para os que viverem em fraternidade, para os que estiverem dispostos a amar, acima de tudo e a todos.

O Cálice Deixo-o aos que estiverem sedentos de um mundo melhor e de uma sociedade mais justa.

A cruz é para todo aquele que estiver disposto a carregar com ela.

Minha túnica A todo aquele que a divida e reparta...

Também quero deixar como legado à humanidade inteira, as atitudes que guiaram a minha vida: atitudes que quero que guiem também a vossa vida.

Minha palavra e o ensinamento que Me confiou o meu Pai, a todo aquele que a escutar e a puser em prática. A alegria a todos os que desejarem partilhá-la. A humildade é para quem estiver disposto a trabalhar pela expansão do Reino dos Céus. Meu ombro A todo aquele que necessite de um amigo em quem possa reclinar a cabeça, e ao abatido pelo cansaço do caminho, para que possam descansar e ganhar forças para continuar a caminhar.

MEU perdão é para todos, para os que dia após dia, pecado após pecado, saibam voltar ao Pai.

“Naturalmente, sinto especial predileção pelos mais débeis”. Tudo isto e ainda mais queria deixar-lhes mas, sobretudo, é a minha vida o que lhes ofereço.

Sou Eu mesmo, que fico convosco para continuar a caminhar ao vosso lado, partilhando preocupações e problemas, as vossas alegrias e gozos”.

''Sim, Eu sou a vida, mas vós podeis transmiti-la… Nada mais.

Mantenham-se unidos e amem-se de verdade.

Eu vos amei até ao extremo e vos levo no meu coração.

Jesus

Ler 33514 vezes Última modificação em Terça, 10 Setembro 2013 14:40