Preceitos da Alvorada

Segunda, 07 Outubro 2013 14:54 | Escrito por 

Creio em Deus, o grande arquiteto do universo, em Seu duplo aspecto de Pai e Mãe, e na força Crística – o Amor Divino implantado no âmago de toda a humanidade. Creio na igreja universal, que é invisível, e no Espírito Santo – o Divino fogo espiritual de purificação e de amor. Creio, antes de unir-me ao Espírito Universal e compreender a ação da lei espiritual, que deve morrer em mim o ser inferior e que, emergindo o Ser Superior, devo nascer novamente.

Creio esclarecido pela grande Luz de Deus, latente em mim, que eu mesmo julgarei as minhas faltas e Creio no Deus de Amor, Pai-Mãe de toda a humanidade, na comunhão e trabalho conjunto dos anjos e das almas redimidas. Creio em minha unidade com todos os reinos da natureza e na Creio que pelo esforço contínuo chega-se ao eterno e que, pela união com os Pais Divinos, os desejos e a infelicidade desaparecem. Creio que se quiser a libertação dos renascimentos, devo cumprir a Lei, compreender do fogo celestial e alcançar a sabedoria oculta.

Me esforçarei, com a ajuda de Deus, em ver o bem em tudo, em abster-me de tudo aquilo que conduz ao efêmero, à vaidade, à impureza e ao apego ao poder terrestre. Me esforçarei em estar ao lado dos aflitos, em dar conselhos sinceros e impessoais a todos os que procuram a minha ajuda e em dirigir pensamentos de paz aos que lutam e aos que sofrem.

Farei diariamente algum trabalho para Deus e obedecerei às leis da hospitalidade. Tentarei cumprir minhas tarefas cotidianas de bom grado, tão preparado quanto as circunstâncias me permitam. Lembrarei de que sou o templo de Deus Vivo. Vou procurá-lo interiormente, sabendo que no mais íntimo nasce o Radiante, o Senhor do passado e do futuro, o Senhor do Infinito que, no entanto, é sempre o mais próximo.

Me esforçarei para que minha mente não seja perturbada pelos assuntos do mundo; em não ser dominado por paixões e egoísmos; em ser paciente no sofrimento, alimentando o contentamento e a gratidão. Lembrarei que todas as épocas foram nutridas pela majestade de Deus – a Essência Crística que impregna tudo – e que todas as raças foram chamadas a ouvir a voz de Deus, cada uma sob o aspecto e forma que mais lhe eram propícios.

Assim, com esse conhecimento, estarei em harmonia com tudo e poderei reverenciar a Deus, em qualquer tempo e lugar, sob qualquer aspecto que o encontrar qualquer tempo e lugar, sob qualquer aspecto que o encontrar.

Ler 38337 vezes