Educar para a Vida - O Poder da Palavra

Quarta, 04 Setembro 2013 13:58 | Escrito por 

Toda a palavra proferida tem uma conseqüência. Chega a ser difícil - para a pessoa comum - entender, como a palavra pode ser detentora de tal poder. Ela pode expressar vários aspectos da realidade, modos diferentes de ver as coisas, expressar sentimentos, idéias, opiniões, como nos sentimos e pensamos.

Mas a palavra é uma chave que liga mundos, que movimenta forças, que aciona poderes, que faz acontecer uma ação. A palavra também pode trazer à tona, o intimo de nosso ser. Faces desconhecidas de nossa auto-imagem idealizada. Pode ser o caminho que revela informações inconscientes e comunica ao meio. É um veiculo que faz a comunicação nos mais diversos níveis. Através das palavras, revelamos partes escondidas do nosso ser. Por mais que se queira ter o controle, num dado momento, o material reprimido, enfim, sobe a superfície, em alguns momentos causando espanto.

Às vezes, o que esta escondido, por trás de nossos pensamentos, sentimentos e ações, é um fluxo de energia estagnada, que vai degenerando nosso bem estar e trazendo doenças de difícil diagnóstico.

Pode ocorrer, que por ressonância vibratória, seres, espíritos, formas pensamentos e até memórias de um passado remoto, que vibra e atrai acontecimentos desagradáveis possam estar se servindo de coisas mal resolvidas.

A palavra do Sábio é como uma seta que vai desbravando, entrecortando,  dialogando,  provocando reflexões e indagações. É uma técnica bem elaborada, que caminha junto com seu interlocutor, às profundezas do inconsciente, trazendo à tona, lembranças, memórias, e todo um conjunto de informações,  físicas, emocionais e até de ordem espiritual, que estava, estagnado, provocando conflitos, angústias, medos, psicoses, e toda uma gama de problemas. É a palavra que tem uma meta e que ,muitas vezes, alcança.

Mas a palavra que tem por objetivo desarmar problemas viaja por entre o som, convidando “aliados”, para alcançar o que esta por detrás. É a palavra de um Mestre, de um curador, de um iniciado, de um sábio, que viaja através do tempo, para alcançar a cura. É a palavra necessária e justa, que tem poderes, que aciona forças da natureza, forças do universo, que só um discípulo esforçado é capaz de realizar. É a palavra que viaja com o vento e partilha dos quatro elementos, para obter a cura, quando esta é necessária. Mas os elementares nunca trabalham sozinhos, sempre atuam em conjunto, e sempre dentro de uma hierarquia. É a palavra a serviço da cura.

Por isso, procuremos sempre estarmos atentos, a palavra nunca caminha sozinha, ela sempre esta acompanhada. Portanto, se usares mal, tereis um resultado, se usares bem, terá um bom resultado. Por mais inconsciente que possa ser o uso da palavra,  ela tem poder,  aciona forças,  principalmente e muito facilmente as negativas.   Não podemos esquecer que a palavra está neste plano, quando ela é proferida, sob leis, naturais, que vibra, que ressoa, que traz conseqüências. Pelos princípios herméticos, a “lei de causa e efeito”,  diz, que tudo tem uma ação e reação...

Como vivemos num grande holograma, tudo esta profundamente interligado, não podemos estragar uma flor sem incomodar uma estrela, por este mesmo principio, que explica todas as coisas, o uso da palavra é um ato de criação, e como um filho, sempre retorna ao seu criador. Pode ser pelo mesmo meio, ou por outros meios.  Só um espírito de alta envergadura moral, consciente, e atento, pode trabalhar a fim de transmutar as forças negativas acionada por más palavras. Ou então, através de Guias, Mentores ou protetores espirituais.

Então, fiquemos atentos, para economizar tempo em direção a evolução necessária e inevitável.

NAMASTÊ

Ler 45053 vezes Última modificação em Segunda, 09 Setembro 2013 19:38