Do Mestre ao Discípulo - O Ferreiro

Quinta, 05 Setembro 2013 16:38 | Escrito por 

Havia um ferreiro que, após uma vida de excessos, resolveu consagrar sua vida a Deus. Durante muitos anos trabalhou com afinco na obra do Senhor, mas apesar de toda sua dedicação nada parecia dar certo em sua vida. Muito pelo contrário, seus problemas aumentavam cada vez mais.

Uma bela tarde, um amigo que se compadeceu de sua situação difícil, veio visitá-lo e disse: “É realmente estranho que justamente depois que você resolveu se tornar um homem temente a Deus sua vida começou a piorar. Eu não desejo enfraquecer sua fé, mas apesar de toda a sua dedicação e toda a sua crença no mundo espiritual, nada tem melhorado.”

O ferreiro não respondeu imediatamente. Ele já havia pensado nisso muitas vezes sem entender o que estava acontecendo em sua vida. Mas, com o tempo, aprendeu que Deus tem propósitos para tudo e que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que o amam. Ele sabia que deveria confiar em Deus e permanecer firme. Então, vendo a oportunidade começou a explicar ao seu amigo: Eu recebo nesta oficina o aço ainda não trabalhado e preciso transformá-lo em espadas. Você sabe como isto é feito? Primeiro eu aqueço a chapa de aço num calor absurdo, até que fique vermelha. Em seguida, sem qualquer piedade, eu pego o martelo mais pesado e aplico golpes até 'que a peça adquira a forma desejada. Logo, ela é mergulhada em um balde de água fria e a oficina inteira se enchecom barulho do vapor. Tenho que repetir esse processo até conseguir a espada perfeita, pois apenas uma vez não é suficiente.

O ferreiro deu uma longa pausa, pensou e continuou: “Às vezes, o aço que chega em minhas mãos não consegue agüentar esse tratamento. O calor, as marteladas e a água fria terminam por enche-lo de rachaduras e eu sei que jamais se transformará numa boa lâmina de espada: Então, eu simplesmente o coloco num monte de ferro-velho, como este que você viu na entrada de minha ferraria.”

Mais uma vez o ferreiro deu uma pausa, pensou e concluiu: “Sei que Deus está me colocando no fogo das aflições. Então, procuro aceitar as marteladas que a vida me dá. As vezes sinto-me tão frio e insensível como a água que faz sofrer o aço. Não é fácil, mas a única coisa que peço é que o meu Deus não desista até que eu consiga tomar a forma que Ele espera de mim. Da maneira que for, leve o tempo que precisar, mas jamais quero ser jogado no “ferro-velho”.

Deus o ama e quer fazer de você uma pessoa melhor. Não se preocupe com as marteladas da vida, ou as provas de fogo a que é submetido. Ele está moldando o seu caráter. E o mais importante é que sabemos que Ele nunca desistirá de nós.

“Mas Ele me disse: 'Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza'. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte.”

(2 Coríntios 12.9:10 - NVI)

Ler 5198 vezes Última modificação em Segunda, 09 Setembro 2013 18:35