Chaves Para Uma Alimentação Saudável - Alimentação Natural Preserva a Saúde

Quinta, 05 Setembro 2013 16:53 | Escrito por 

Abacaxi
Combate tristeza e depressão além de ter poder anti-inflamatório. O abacaxi, essa fruta tropical, rica em vitamina C, sais minerais como cálcio, ferro e fósforo, é mais poderosa que se imagina. Além de suas propriedades altamente digestivas e seu poder antinflamatório, ele guarda outros segredos. O abacaxi é um aliado contra a depressão, pois contêm níveis significativos de seratonina, responsável pela sensação de bem-estar, satisfação e confiança.

Suas propriedades são fundamentais ao desenvolvimento de ossos e dentes além de aumentar a resistência dos tecidos e dos vasos sanguíneos. Seus sais minerais mantêm o equilíbrio interno do organismo e o vigor do sistema nervoso. Ele é um excelente alimento para ser ingerido após a refeição de proteínas como carnes, peixes e aves. Os naturalistas recomendam um suco de abacaxi no caso de febre, pois além de ser refrescante, elimina as impurezas sendo indicado para afecções na garganta e boca. Sua casca cozida em forma de chá é utilizada para purificar o sangue e para combater diferentes processos inflamatórios. O ponto ideal para consumi-lo é quando as folhas de sua coroa se soltam com facilidade. Para reconhecer quando está maduro demais, observe a região próxima à base. O abacaxi estará pronto para consumo quando o local estiver com manchas escuras e partes amolecidas.

Repolho roxo
Protege o coração e ajuda a derreter o excesso de gordura. Fã do repolho roxo? Pois saiba que ele é rico em vitaminas C e B6, fibras, potássio e fósforo. Ele contém antocianinas, que são substâncias capazes de proteger o coração e, segundo pesquisas recentes, derretem o excesso de gordura.  A melhor maneira de aproveitar todos os seus nutrientes é comê-lo cru. Mas se preferir cozinhá-lo, ele deve ser preparado no vapor e refogado imediatamente com azeite.

Soja

Rica em proteína de primeira linha, a soja ajuda a prevenir o câncer.
No último Congresso Latino-Americano de Nutrição, realizado no início de novembro em Santiago, no Chile, a soja se consagrou como um alimento poderosíssimo.  Congrega proteína de primeira linha, gorduras do bem, fibras, vitaminas e minerais. Além de aliar-se à fibra para espantar o diabete tipo 2, a soja previne complicações do distúrbio, como a insuficiência dos rins.  Um estudo da Universidade de Illinois, dos EUA, apresentado no Congresso, apontou a lunasina, contida na soja, como uma arma microscópica capaz de barrar tumores. Ela se intromete na progressão da doença ainda em fase inicial, contribuindo para a destruição das células malignas. Outra substância da soja investigada há anos é a isoflavona. Ela diminui o risco de tumor de mama, próstata e cólon. Uma pesquisa da Universidade de Newcastle, na Inglaterra, indica que a isoflavona zela pela integridade do DNA, preservando as células.     
Tomate
Tomate diminui o risco de tumores.Presença garantida na salada do brasileiro. O tomate é um fruto rico em licopeno, um pigmento que se tornou conhecido por diminuir o risco de tumores como os de próstata e de mama. A melhor maneira de potencializar essa substância é preparar o tomate e molhos ou versões processadas do tomate. Se optar por cozinhá-lo, o melhor é usar óleo ou azeite em seu preparo, já que o licopeno é solúvel em gordura. Mas cuidado para não exagerar no óleo e no sal e nem deixá-lo muito tempo no fogo. A longa exposição ao calor degrada a substância.

A saúde entra pela boca...

Evite doenças provocadas pelos maus hábitos alimentares. A vida agitada e corrida que a maioria das pessoas leva hoje em dia, acaba gerando o crônico problema do descuido com a alimentação, o que provoca a insólita situação das pessoas só se preocuparem com o que comem depois de ficarem doentes.

Entre alguns dos erros na alimentação do dia a dia e que acabam possibilitando o aparecimento de enfermidades, podemos citar: pular refeições, comer alimentos ricos em gorduras e só consumir alimentos industrializados. Uma alimentação com estas características está completamente desequilibrada, gerando excessos no metabolismo, diminuindo a absorção dos nutrientes e comprometendo o bom funcionamento do organismo. Esta rotina desequilibrada nas refeições diárias, irá acarretar logo de cara o aumento de peso, abrindo espaço para o aparecimento de várias doenças ligadas à má alimentação, como: obesidade, diabetes, hipertensão, aumento do colesterol e gastrite. Portanto, se ligue, para termos uma vida saudável, a ingestão de legumes, verduras e frutas, juntamente com a pratica de atividade   fisica e o exercício de bons pensamentos são imprescindíveis.

Ler 39140 vezes Última modificação em Segunda, 09 Setembro 2013 18:37