Ecos do Śuddha Dharma

Ecos do Śuddha Dharma

Coletânea de artigos que trazem a lúmen o significado profundo do Suddha Dharma.

A partir do dia em que a Sede Geral da Sociedade Teosófica foi transferida da América para Bombaim, na Índia, em 1879, os seus fundadores foram constantemente acusados de fraude por afirmarem a existência de Mahatmas e de Iniciados, munidos de poderes ocultos e outras forças similares. O ceticismo com relação a esses pontos, não se limitou somente às pessoas que não pertenciam à Sociedade Teosófica; a maioria de seus membros recusou-se a crer, ou absteve-se de se posicionar sobre a existência da Grande Fraternidade Branca Universal e sobre o fato de que alguns membros dessa Fraternidade foram os verdadeiros fundadores da Sociedade Teosófica, e que, mesmo após sua fundação, continuaram sendo seus Guias invisíveis.

Segunda, 23 Abril 2012 13:34

O que é o Śuddha Dharma? (2)

1. Śuddha Dharma como uma expressão da unidade essencial das religiões. O śuddha dharma não se refere, nem está vinculado exclusivamente a qualquer instituição religiosa, nem representa, em particular, uma única escola confessional. A expressão “śuddha dharma” (essência do sagrado) ressurge no final do século XIX no contexto de reconhecimento do caminho de comunhão com o sagrado, conforme proposto na versão resumida do antiquíssimo Praṇava Vāda, de Ṛṣi Gargyayana, traduzida para o inglês em 1910 por Babu Bhagwan Das (1869 - 1958).  O Praṇava Vāda oferece um pioneiro tratamento dialético do pensamento de distintas culturas sobre o sagrado e o profano. A obra de Gargyayana, citada em inúmeros textos antigos e que havia se perdido, discute, inclusive, a evolução das espécies do reino mineral para o vegetal; do vegetal para o animal e do animal para o humano, aproximando a ciência da espiritualidade.


Domingo, 22 Abril 2012 10:46

O que é o Śuddha Dharma? (1)

O śuddha (essência, puro) dharma (sagrado) constitui a matéria, por excelência, de que trata a Bhagavad Gītā. Representa a revelação do sentido essencial (śuddha) de sagrado (dharma) feita por Kṛṣṇa a Arjuna.  Embora permeie todos os sistemas sectários – tanto ortodoxos (Vedanta, Shivaísmo, Samkhya, Yoga, etc.) como heterodoxos (Tantra, Budismo, Jainismo, etc.) – também os transcende, visto que o śuddha dharma não pode ser reduzido a palavras e sistemas, representando, antes, a experiência única decorrente do estado de espírito alcançado por Arjuna no momento que antecede a grande batalha da qual tomará parte.


«InícioAnt123PróximoFim»
Página 3 de 3